Representantes CNDST/Aids/Hepatites virais

Publicação: 6 de abril de 2011

Chamada: Representantes em comitês

Comissão Nacional de DST/Aids/hepatites virais (CNAids)

Representante: MariaAparecida Shikanai Yasuda (1a. reunião 10 de agosto de 2010)

Na reunião de 10 de agosto de 2010 da Comissáo Nacional de DST, Aids e Hepatites Virais tomou posse o novo diretor do Depto de DST, Aids e Hepatites Virais, Prof. Dirceu Bartolomeu Greco, tendo sido também renovada a representação da SBMT, com posse de Maria Aparecida Shikanai Yasuda como titular e Gustavo Adolfo Sierra Romero como suplente. Foi apresentada a meta 6 do Plano Brasil 2022: Reduzir aincidência do HIV entre as mulheres e meta 7 – reduzir os índices de violência contra as mulheres em todas as suas formas e também Proposta de Elaboração do Relatório Brasil sobre acesso universal.

A Dra.Shikanai comentou sobre os simpósios que tem sido realizados sobre Dia 8/02/2011 – Comissão Nacional de DST/Aids/Hepatites virais *CNAids

Representante: Maria Aparecida Shikanai Yasuda (3a. reunião em 09 de fevereiro de 2011)

A reunião contou com a presença do Exmo Sr. Ministro Alexandre Rochados Santos Padilha que acentuou a necessidade de atingir os jovens que não conviveram e não conhecem a Aids, a necessidade de diagnóstico precoce como no caso da sfilis e o compromisso com os movimentos sociais. Esteve presente o Secretário de Vigilância em Saúde Dr. Jarbas Bartosa, que reforçou a importância do Depto no controle das DST, particularmente a necessidade de avançar no controle da sifílis congênita, e a importante atenção aos problemas regionais que são diferenciados para o planejamento das ações em saúde.

Está disponível no site o Relatório Brasil sobre acesso universal clicando aqui

Na reunião da CNAIDS foi informada a parceria do Depto DST/Aids e Hepatites virais com as Fundações de Apoio a Pesquisa FAPEMIG (10 milhões de reais), FAPERJ (6 milhões) e FAPESP (9 milhões). Está sendo planejado o estudo de 40.000 amostras de parturientes de 200 matenidades para estudo da prevalência do HVI e sifílis e avaliara qualidade do pré-natal (Gerson Pereira e Edivaldo Santos).

Foi discutido e apresentado o Relatório sobre A Resposta Brasileira às DST, Aids e Hepatites virais e as prioridades para 2011/2012. Foi aprovado o novo Regimento, tendo-se reafirmado a atual composição da CNAIDS: 1/3 representantes da comunidade civil, 1/3 comunidadecientífica e acadêmica e 1/3 gestores federais, estaduais e municipais?