Journal Citation Reports: fator de impacto da RSBMT passa para 2,141

Publicação: 8 de agosto de 2022

Crescimento do fator de impacto da RSBMT, além de representar o aumento das citações, evidencia a elevação na qualidade do conteúdo publicado

O objetivo da RSBMT tem sido aumentar o nível técnico-científico dos artigos publicados e, com isso, elevar a potencialidade que esses artigos têm de obter citações

No dia 28 de junho foi publicada a atualização de 2022 do Journal Citation Reports (JCR)™ anual. O lançamento deste ano é baseado em dados de 2021 compilados da Web of Science Core Collection™, a coleção líder de periódicos, livros e anais de conferências de qualidade no maior banco de dados global de citações neutras para editores do mundo. Novamente a Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (RSBMT) manteve a trajetória de crescimento que tem trilhado nos últimos anos, que se reflete em seu novo fator de impacto (FI), de 2,141. O FI é uma medida da frequência com que o artigo médio de um periódico foi citado em um determinado ano. É usado para medir a visibilidade ou classificação de um periódico, calculando as vezes em que seus artigos são citados. No ranking nacional, na área de Medicina Tropical, a RSBMT ocupa o quarto lugar no ranking, entre aquelas com acesso 100% aberto. O editor da RSBMT, Dr. Dalmo Correia, lembra que o FI da RSBMT tem mantido uma trajetória de elevação nos últimos, quando passou de 1,358 (2017) para 1,498 (2018), de 1,339 (2019) para 1,581 (2020), até chegarmos agora, em 2021, a 2,141. “É um desempenho que nos enche de orgulho e entusiasmo de deve ser atribuído a todos os editores, revisores, membros do conselho editorial, autores e leitores”, destaca.

A RSBMT conta com um corpo editorial exigente e tem a vantagem de ser uma revista de sociedade científica (SBMT), sem fins lucrativos. Este é o mesmo caso do American Journal of Tropical Medicine and Hygiene (uma das revistas de maior impacto na área de Medicina Tropical) e do American Journal of Clinical Microbiology, cuja sociedade tem milhares de sócios, grande distribuição e alto índice de citação e de impacto. Para o Dr. Correia, a RSBMT está no caminho certo, com editores e equipe editorial envolvidos e com a adoção das boas práticas na pesquisa e rumo a adoção de medidas da “ciência aberta” e de qualidade.

O lançamento anual do JCR permite que a comunidade de pesquisa avalie as revistas acadêmicas de alta qualidade do mundo usando uma variedade de indicadores, dados descritivos e visualizações. Os relatórios são usados extensivamente por editores acadêmicos em todo o mundo para entender o impacto acadêmico de seus periódicos em relação ao seu campo e promovê-los à comunidade de pesquisa. Atualmente são indexados 21.430 títulos de revistas de 240 países. Nessa edição, 192 títulos foram incorporados à Coleção da Web of Science. Cada revista atendeu a rigorosos padrões de qualidade. Vinte e oito critérios de avaliação do periódico foram aplicados. O Controle de qualidade dos periódicos que mostram evidências de autocitação ou empilhamento excessivo de citações são removidos. As publicações são avaliadas por uma equipe global de editores internos da Clarivate™ usando critérios de seleção rigorosos. Os dados do conteúdo selecionado são cuidadosamente selecionados para garantir a precisão nas métricas do JCR, juntamente com um amplo corpo de dados descritivos.

Fatos importantes dos dados de 2021:

Sobre a RSBMT

A Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical é um periódico multidisciplinar, de acesso 100 % aberto e revisado por pares que publica pesquisas originais de todos os campos da Medicina Tropical e doenças infecciosas, tendo como principal missão divulgar os resultados de pesquisas sobre doenças tropicais negligenciadas. É o jornal oficial da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. A RSBMT publica manuscritos apenas em inglês. Seu conteúdo é de livre acesso aos leitores desde 1967, e nenhuma taxa de publicação é cobrada dos autores.