Conferência sobre covid-19 marca lançamento do 57º Medtrop em Belém do Pará

Publicação: 9 de julho de 2022

.

Uma conferência sobre o tema “Covid-19: passado, presente e futuro”, proferida pelo médico infectologista e presidente da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (SBMT), Júlio Croda, marcou, na última quarta-feira (29) à noite, no auditório do Conselho Regional de Medicina (CRM-PA), o lançamento do 57º Congresso da SBMT (Medtrop), que ocorrerá, de 13 a 16 de novembro, no Hangar Convenções e Feiras da Amazônia, em Belém.

O evento contou com a participação de profissionais e estudantes da área de saúde, representantes de sociedades médicas e odontológicas e membros das Comissões Organizadora e Científica do Medtrop.

Com cerimonial conduzido pelo médico David Bichara, a abertura foi feita pelo presidente da Comissão Científica, Pedro Vasconcelos; e pela coordenadora da Comissão Organizadora, Cléa Bichara, que deram boas-vindas aos presentes e reforçaram o convite para que se inscrevam e divulguem o Medtrop, o primeiro grande encontro presencial após o período mais crítico da pandemia de covid-19.

Finalidade – O objetivo do Medtrop é propor soluções multidisciplinares para os principais agravos que acometem os trópicos. Por isso, além da programação científica específica do Congresso, composto por vários cursos pré-congresso, 96 mesas-redondas, 36 conferências 60 miniconferências, o evento incluirá cinco eventos paralelos: a Reunião Aplicada de Doenças de Chagas e Leishmaniose (ChagasLeish), o IX Workshop de Genética e Biologia Molecular de Insetos Vetores de Doenças Tropicais (Entomol9), o Fórum de Doenças Negligenciadas (Fórum DN), o Workshop Nacional da Rede Brasileira de Pesquisa em Tuberculose (Rede-TB) e o 2º Fórum Covid-19.

Para Júlio Croda, o Medtrop será um momento especial porque marcará os 60 anos da SBMT, que é uma das mais antigas e atuantes sociedades científicas do Brasil, e também a retomada dos eventos científicos presenciais. “Anualmente, mais de 3.000 participantes são esperados e, este ano, pretendemos superar essa marca”, uma vez que em 2020, o Medtrop foi cancelado e, em 2021, realizamos de forma on-line”, comentou.

 

Covid-19 – Na sua conferência, Júlio Croda que também é pesquisador da Fiocruz, apresentou um panorama da pandemia no mundo e dados estatísticos de diversos países que demonstram a importância de continuar vacinando a população, tomar a dose de reforço e combater as fake news.

Ele disse que apesar das novas variantes do novo coronavírus circulando como a BA4 e BA5, as vacinas continuam funcionando muito bem com novas variantes, para reduzir os casos graves e óbitos pela doença. É muito importante que as pessoas tomem a dose de reforço. O esquema completo de vacinação são três doses, mas é importante que as pessoas idosas e imunosuprimidas tomem a quarta dose”, enfatizou.

Júlio Croda alertou, ainda, que a covid-19 é mais transmissível e letal que a Influenza, portanto continuar a vacinar é a melhor opção, apesar de já existirem medicamentos autorizados pelo FDA e Anvisa.

Cenários – Por fim, ele apresentou possíveis cenários futuros para a covid-19:

Um cenário pessimista seria a ampla circulação do vírus, elevada taxa de mutação e surgimento de novas variantes com maior escape da resposta imune e manutenção de elevada letalidade sem tratamento específico. Nesse cenário, haverá perda da efetividade das vacinas, necessidade de atualização das vacinas e dose de reforço com maior frequência.

Um cenário intermediário (mais realístico) seria a covid-19 se tornar uma doença sazonal endêmica como a Influenza com a aquisição de imunidade parcial pela população global. Nesse cenário, infecções prévias, vacinação ampla e surgimento de terapias preventivas ou que reduzam o risco de hospitalização e óbito irão reduzir a letalidade associada à doença e, eventualmente, grupos de maior risco terão que ser vacinados.

Após a conferência, o público foi brindado com uma bela e animada apresentação do grupo regional “Arraial do Pavulagem” e houve sorteio de cinco inscrições entre os presentes.

Serviço: as inscrições para o 57º Medtrop podem ser feitas no site do evento:   https://www.medtrop2022.com.br/

Texto: Roberta Vilanova/Belém-PA