Três prêmios concedidos a jovens cientistas serão entregues na cerimônia de abertura do Medrop 2018

Publicação: 9 de julho de 2018

Interessados no Prêmio Jovem Pesquisador devem realizar inscrições no site do evento. Aqueles interessados no Premio Young Investigator Award devem encaminhar suas solicitações até o dia 20 de julho, enquanto os que tiverem interesse no Premio Jovem Pesquisador Medalha Ruth Nussenzweig têm até o dia 10 de agosto

As premiações têm por objetivo incentivar jovens cientistas que tiveram destacada atuação em Medicina Tropical

O Prêmio Jovem Pesquisador, criado pela SBMT em 2014, tem como objetivo reconhecer a importância do trabalho dos jovens pesquisadores para a ciência, bem como estimular a continuação de seus trabalhos na área da Medicina Tropical. Na edição deste ano novamente será concedida importância de R$ 1.000,00 para o primeiro colocado de cada categoria (graduação, mestrado e doutorado) enquanto os segundos e terceiros colocados serão agraciados com menções honrosas. Os melhores trabalhos em cada categoria serão apresentados no primeiro dia do evento (dia do curso pré-congresso). O resultado da premiação será divulgado na solenidade de abertura do 54º Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (MedTrop), que será realizado em Recife (PE), entre os dias 02 e 05 de setembro.

Para participar, o autor ao enviar o trabalho deve optar se deseja submeter à premiação durante envio de trabalho no site. Os critérios de avaliação permanecem os mesmos da edição 2017. Entre eles, está a relevância do tema, a consistência teórica e a metodologia utilizada. Os três primeiros colocados de cada categoria nas apresentações dos pôsteres, pela manhã, vão para a apresentação oral à tarde. É importante lembrar que para concorrer, o candidato deve ser o primeiro autor do resumo submetido, além disso, ele deve estar presente no primeiro dia do evento e realizar a apresentação do seu trabalho.

Prêmio Jovem Pesquisador Brasileiro de Destaque no Brasil: Medalha Ruth Nussenzweig

O prêmio será concedido ao jovem pesquisador brasileiro, com até 10 anos de doutorado, que tenha realizado contribuições para o estudo de malária. O objetivo não é premiar teses de doutorado recém-defendidas, mas jovens pesquisadores que venham se destacando na área. Sendo, assim as candidaturas devem se restringir àquelas que efetivamente representem uma contribuição de significativo impacto na área.

Para participar é necessário enviar um mini-memorial de até cinco páginas (fonte Times New Roman, tamanho 11, espaço 1,5) no qual o candidato deve descreve seu histórico apontando os trabalhos e contribuições para a pesquisa em malária, com ênfase na sua atuação/investigação atual; resumo (de acordo com o formato dos resumos apresentados na reunião) referente a resultados atuais. A documentação deve ser encaminhada até o dia 10 de agosto para o email: wueltonmm@gmail.com.

A premiação vai ocorrer na XV Reunião Nacional de Pesquisa em Malária, que será realizada de 03 a 05 de setembro, como evento satélite do 54º MedTrop.

Institut Mérieux – SBMT Young Investigator Awards-2018

Com o objetivo de incentivar jovens profissionais que tiveram destaque na atuação em Medicina Tropical, o Instituto Mérieux e a SBMT decidiram firmar parceria e premiar, em 2017, um Jovem Investigador. O prêmio, no valor de 10.000 €, foi entregue durante o 53º MedTrop, realizado em Cuiabá. Neste ano, o prêmio, no mesmo valor, será entregue durante a cerimônia de abertura do 54º MedTrop.

Para participar, os candidatos devem ser membros atuais da SBMT. A solicitação para o prêmio deve ser encaminhada à SBMT até o dia 20 de julho. O pedido, em inglês, deve ser encaminhado ao e-mail sbmt@sbmt.org.br. Nele deve constar o nome completo do candidato e informações para contato (endereço de e-mail e número de telefone celular), além de um breve Currículo detalhando com o seu histórico profissional e a descrição, uma a duas páginas, de pesquisa e / ou projetos clínicos que o jovem investigador realizou ou que pode ser considerado para o prêmio. É necessária a apresentação de documentos comprobatórios, tais como, a publicação do trabalho proposto. Também deve conter a descrição, uma a duas páginas, das pesquisas em andamento e futuras realizadas pelo candidato no campo das doenças tropicais. Por fim, uma foto do candidato e uma carta de recomendação da instituição anfitriã onde o candidato está trabalhando no momento da aplicação (opcional).