Indicações para pesquisador sênior à Medalha do Mérito Científico Carlos Chagas abrem dia 22

Publicação: 11 de julho de 2017

As indicações de pesquisadores para receber o prêmio podem ser feitas entre os dias 22 de julho e 05 de agosto

As indicações serão avaliadas entre os dias 7 e 13 de agosto. No dia 14, a SBMT divulgará o vencedor, que será agraciado com a medalha na abertura do Congresso

Mais uma vez os cientistas que prestaram grandes contribuições à Medicina Tropical terão homenagem no Congresso anual da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (MedTrop 2017). Durante o evento, que acontece entre os dias 27 e 30 de agosto, em Cuiabá (MT), será concedida a Medalha do Mérito Científico Carlos Chagas.

As indicações de pesquisadores para receber o Prêmio podem ser feitas entre os dias 22 de julho e 05 de agosto. Basta baixar e preencher o formulário (clique aqui) e depois enviá-lo para o e-mail premiopesquisadorsenior@sbmt.org.br. As indicações serão confirmadas pelo mesmo e-mail.

A escolha do vencedor será feita por uma comissão julgadora. O grupo é formado pelos doutores Mitermayer Galvão dos Reis, Sinval Pinto Brandão Filho (coordenador) e Wilson Alecrim.

Os critérios de seleção permanecem os mesmos definidos na edição anterior: 1) excepcional produção científica na área de Medicina Tropical; 2) ter desenvolvido significante contribuição científica enquanto trabalhando no Brasil; 3) ter tido importante papel na formação de recursos humanos em Medicina Tropical (stricto sensu e lato sensu); 4) ter desenvolvido trabalhos que resultaram em benefício da comunidade acadêmica e da população em geral; 5) ter mais de 70 anos de idade; 6) não fazer parte da diretoria da SBMT; 7) não ter ganho o prêmio em edições anteriores e 8) a indicação dos premiados é restrita aos associados quites com a SBMT. É importante lembrar que a eleição do vencedor não depende do número de indicações.

A comissão avaliará as indicações entre os dias 7 e 13 de agosto. No dia 14 do mesmo mês, a SBMT divulgará o vencedor, que será agraciado com a medalha no dia da abertura do Congresso (27).

Vencedores anteriores

Os professores José Rodrigues Coura, em 2015, e Zilton de Araújo Andrade (2014) foram os dois vencedores anteriores do Prêmio Pesquisador Sênior. Em 2016, a Medalha do Mérito Científico Carlos Chagas excepcionalmente foi atribuída a dois renomados cientistas. O nome do professor João Carlos Pinto Dias se deu pela sua contribuição científica para o conhecimento da história natural da Doença de Chagas, além de ter apresentado contribuição expressiva no controle da Doença de Chagas na área endêmica de Bambuí/MG e estudo abordando a evolução de formas clínicas após tratamento específico. A comissão também escolheu o Professor Vicente Amato Neto, por ter prestado grande contribuições para a Medicina Tropical, com 68 anos em pesquisa, ensino e extensão em Medicina Tropical, resultando em profícua contribuição científica, formação de profissionais líderes nacionais na área e na constituição de serviços especializados em diversas instituições paulistas (USP, Hosp. Servidor Estadual e UNICAMP). Foi responsável pela caracterização da forma aguda e transmissão transfusional da Doença de Chagas; Toxoplasmose adquirida; Diagnóstico/tratamento enteroparasitoses; Imunizações.